Buscar

Discos favoritos: Pretty in Pink

Atualizado: Set 7

Considerada uma das melhores trilhas sonoras da década de 80, Pretty in Pink apresentou obras primas do indie rock britânico para o grande público.



Pretty in Pink é a trilha sonora quintessencial dos anos 80. Ao contrário do padrão da indústria, onde uma música é encomendada especialmente para o filme e divulgada ao ponto de saturação (pense em “Footloose”, “Ghostbusters”, “9 to 5”, “Against All Odds”, “Goonies”, “The Neverending Story”), complementado por artistas que as gravadoras quisessem promover na época, as trilhas sonoras dos filmes de John Hughes eram cuidadosamente selecionadas para conter não apenas músicas que correspondessem ao sentimento das cenas, mas, com diversas faixas de artistas alternativos, mas também uma mostra do universo musical que os adolescentes retratados no filme de fato ouviam e não os artistas que as gravadoras queriam que eles escutassem. Ok, é verdade que o Psychedelic Furs regravou “Pretty in Pink” especialmente para o filme, mas o fato é que a música inspirou o filme e não o contrário.

Outro ponto importante é que a trilha sonora não era apenas uma coletânea de músicas reunidas para vender o filme, mas tinham a função de complementar as músicas temáticas na construção das emoções em cada cena, gerando uma ligação emocional mais forte com o público, como é bem visto na utilização das instrumentais “Elegia” e “Thieves Like Us” do New Order em cenas específicas, ou “Try a Little Tenderness” que o personagem Duckie “canta” no filme, estas faixas podem não estar no disco, mas são essenciais na construção da história.

O álbum é um achado para amantes de música alternativa, três bandas britânicas de gravadoras independentes contribuem para o disco: The Smiths com “Please, Please, Please Let me Get What I Want”, Echo & the Bunnymen com “Bring on the Dancing Horses” e New Order com “Shellshock” (bônus: em versão diferente da que seria lançada na compilação Substance). Complementando as bandas de gravadoras independentes, temos artistas alternativos e do post-punk como OMD, com a belíssima “IF You Leave”, Suzanne Vega e sua cativante “Left of the Center”, INXS com "Do Wot You Do" e, é claro, Psychedelic Furs com a faixa título.

Assim como o filme, a trilha marcou uma geração e é considerada uma das melhores trilhas sonoras de todos os tempos, com o The Huffington Post colocando-a na sula lista de 15 trilhas sonoras que vão mudar sua vida [1] e a Rolling Stone classificando-a em 11º na sua lista das 25 melhores trilhas sonoras de todos os tempos [2].



Gostou? Compartilhe!


Notícias relacionadas:

[1] https://www.huffingtonpost.ca/2013/05/08/best-movie-soundtracks_n_3240173.html#slide=2429720

[2] https://www.rollingstone.com/movies/movie-lists/the-25-greatest-soundtracks-of-all-time-41108/pretty-in-pink-1986-2-222718/

© 2020 by Black / Blue Rock News

  • White Facebook Icon