Buscar

Siege of Hate.

Atualizado: Ago 28

Em vinte anos, projeto paralelo das bandas Insanity e Obskure, Siege of Hate conquista fãs e crítica.



O Siege Of Hate surgiu em 1997 como um projeto entre membros das bandas Insanity (Bruno Gabai – vocais) e Obskure (Amaudson Ximenes – guitarra e Dangelo Feitosa – bateria), bandas que eram adeptas do Thrash e do Death Metal e que detinham forte apelo ao público metal, a seria completada por Ricarte Neto (baixo). Com a proposta de tocar grindcore puro e simples, o Siege of hate, ou simplesmente S.O.H., vem demonstrando, desde o lançamento de sua primeira demo, crescimento contínuo na cena Underground nacional e internacional, com lançamentos de três albums, dois EP, um Split-CD (com a banda canadense Time Kills Everything) participações em vários CDs-coletâneas da cena Punk, Hardcore e Metal, além de muitos shows pelo Nordeste, Sul e Sudeste do país e duas turnês europeias.

A primeira demo foi gravada ainda em 1998, Return to Ashes mostra um trabalho consistente com a proposta de tocar grindcore, apresentando nove faixas em 25 minutos. A demo, além do lançamento inicial em cassete, seria relançada em CD no ano de 2000 e novamente, com faixas bônus em 2017.

Em 2003 o quarteto agora formado por Bruno Gabai (vocal/guitarra), Tiago Feijó (bateria), George Frizzo (baixo) e Ricarte Neto (vocal/guitarra) lançam o primeiro álbum, pela gravadora Encore Records). Submersive by Nature contêm 20 faixas em 31 minutos, com letras contundentes sobre questões políticas, econômicas e sociais. Avançando em qualidade sobre os fundamentos lançados na demo, o álbum demonstra um nível de qualidade excepcional, recebendo distribuição nos mercados Europeu e Americano e obtendo ótima resposta da mídia especializada mundial, consolidando a banda como expoente do Grindcore no Brasil.

Com Saulo Oliveira substituindo Tiago Feijó na bateria, a banda lançaria em 2006, ao lado da banda canadense Time Kills Everything o Split-CD Out Of Progress. O S.O.H. contribuiria com 11 faixas, gerando 14 minutos de agressividade sonora.

A consolidação do S.O.H. na cena internacional veio no 2º semestre de 2009, com o lançamento do segundo CD Deathmocracy no Brasil e Europa e realização da primeira turnê européia da banda – “Enjoy Your Life and Grind Tour”. O álbum é, musicalmente, impecável, destilando a essência do grindcore nas suas com 16 micro faixas que somam 32 minutos de fusão punk/metal.

A turnê europeia (Enjoy Your Life and Grind Tour), contaria com um total de 16 shows em 07 países (Portugal, Alemanha, Rep. Checa, Áustria, Eslovênia, Itália e França), foi realizada de forma completamente independente e, assim como a segunda turnê pela Europa e outras aventuras pela América do Sul, seria documentada no livro "Siege of Hate - Em Rota de Colisão", publicado em 2017 pelo selo Grind Ages. O livro, além de uma ótima leitura, contando as aventuras e desventuras pela Europa, serve, como um ótimo “dos and dont’s” para quem quiser se aventurar em uma turnê no estilo D.I.Y.


Em 2013, agora com Fábio Morcego na segunda guitarra, a banda lança Animalism. Inspirados pelo livro "A Revolução dos Bichos", de George Orwell, o trabalho utiliza-se de timbres mais graves e, podemos até dizer perturbador, visando transmitir uma mensagem de contestação da validade das lideranças e o controle que exercem sobre as massas.

No mesmo ano a banda parte, acompanhados pela banda carioca Statik Majik, para sua segunda turnê europeia, realizando 12 shows em 6 países. As bandas, desejando uma turnê mais estruturada, contratam os serviços da agência Roadmaster.

O ano de 2015 viria o primeiro lançamento da banda no formato vinil, "Brave New Civil War" São 5 músicas em menos de 8 minutos. O lançamento foi acompanhado por uma tour no sudeste, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de shows em Fortaleza, cidade natal da banda.

Em 2017, comemorando os 20 anos de lançamento da primeira demo, "Return To Ashes" ganha edição limitada no formato digipack. Com 34 faixas, a edição de aniversário inclui, além das 9 faixas originais, apresentação ao vivo no Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura de Fortaleza/CE, em 1999, e uma demo-ensaio gravada pela mesma formação que participou da primeira demo.

Quebrando paradigmas, 2018 é lançado o EP "Cerco de Ódio", primeiro registro da banda com músicas em português. O EP, produzido por Jean Dolabella (Ego Kill Talent / Sepultura) e Moisés Veloso, possui quatro composições próprias e uma cover de "Believers of Hell" em homenagem a banda de metal extremo nacional Mutilator.

De um projeto paralelo para reconhecimento mundial, o Siege of Hate demonstra que com talento e dedicação é possível conquistar e cativar o público, fazendo-nos desejar que os próximos vinte anos tragam mais peso aos nossos ouvidos.

Siege of Hate é:Bruno Gabai – Vocal e guitarra | George Frizzo – Baixo.


Follow the band:

Discography:


1998 Return to Ashes (Demo) – Cassete

2000 Return to Ashes (Demo reissue) – CD

2003 Subversive by Nature – CD

2006 Out of Progress – Split CD

2009 Deathmocracy – CD

2013 Animalism – CD

2015 Brave New Civil War – 7” vinyl

2017 Return to Ashes (Demo deluxe reissue) – Digipack

2018 Cerco de Ódio – Streaming only



Gostou? Compartilhe!


#SiegeOfHate #SOH #Metal #Grindcore

© 2020 by Black / Blue Rock News

  • White Facebook Icon