Buscar

Lançamentos: Quicksand – Pink Roof

Terceiro trabalho da trilogia de estreia, “Quicksand” fecha questionando a persistência em relacionamentos mortos.



Depois do sucesso do primeiro e segundo single, “Jealous” e "Trigger", com mais de 20 mil visualizações nas redes e mais de 80 mil de streams no Spotify juntos, a banda Pink Roof lança o terceiro trabalho da trilogia de estreia, cuja premissa é questionar os amores modernos a partir de uma abordagem psicológica.

Com referências ao movimento do rock alternativo e emo, o single “Quicksand”, lançado 23 de Outubro, explora o sentimento de estar preso em um relacionamento sem lugar para correr, tão desesperador quanto ser engolido por areia movediça.

Se em “Jealous” e “Trigger” o foco era refletir sobre o ciúme em ambas partes na relação, e o quanto isso era nocivo para a saúde mental e física, dessa vez o trio questiona o que podemos fazer quando nos encontramos presos em relacionamentos sem um caminho para fugir, e o que nos leva a persistir em amores que já passaram. “Escrevi essa música buscando entender o que nos leva a depender de uma pessoa ao ponto de nos prender. Parece que as memórias viram areia movediça e isso nos segura na relação, esperando por um futuro incerto que sabemos que é muito difícil de realmente acontecer” reflete Isabela Lorio, idealizadora e vocalista da banda.

Formada pelas artistas Isabela Lorio, Giulia Brandão e Carol Rezende, a banda, além de estar marcando presença nas redes sociais em lives promovidas por festivais independentes, como o Girls Rock Camp BR, também conquistou espaço no cenário musical com críticas e reportagens que as colocaram como os principais lançamentos de Agosto.

Nascido da carência da representatividade feminina no cenário musical independente, principalmente no gênero Rock, o trio se inspira em nomes renomados de diferentes gerações que fizeram história com sua individualidade e veemência sonora, estética e política no âmbito fonográfico.

“Representatividade sempre foi algo muito importante pra mim. De família musicista, cresci rodeada de referências, entre elas Joan Jett, Hayley Williams, Alanis Morissette e Stevie Nicks, que para mim são artistas incríveis e mulheres totalmente confiantes de si no meio de uma cena dominada por homens. Se eu passar metade da confiança e inspiração que essas cantoras me passaram para outra garota, meu sonho já estará sendo realizado", reflete Isabela Lorio.



Gostou? Compartilhe!


Notícias relacionadas:

© 2020 by Black / Blue Rock News

  • White Facebook Icon